Piodão e Foz D’Égua

piodão

A aldeia de Piódão está situada numa das encostas da Serra do Açor. Está inserida no concelho e Arganil, e faz parte do leque de aldeias históricas portuguesas (assim como outras 9 aldeias do concelho). Em 1978 foi classificada em como imóvel de interesse público.

 

As habitações possuem as tradicionais paredes de xisto, teto coberto de laje e portas e janelas de madeira pintadas de azul. Após o anoitecer, o aspeto que a luz artificial lhe confere em conjugação com a disposição das casas na encosta, fez com que recebesse a denominação de “Aldeia Presépio”.

casas de xisto
Casas de Xisto

Ao caminhar-mos pelas íngremes calçadas de xisto do Piódão, podemos observar cruzes nas ombreiras das portas. Estas servem o propósito de invocar a proteção a Santa Bárbara contra as intempéries. As casas descem a encosta da serra para se alargarem na praça, que é o centro da aldeia, onde também se localiza a Igreja Matriz, ou igreja de Nossa Senhora da Conceição.

piodão cruzes
Cruzes nas portas das casas da aldeia

 

igreja de piodão
Igreja de Piodão

Existe ainda, no centro da aldeia, um Centro de Turismo onde podemos obter informações úteis sobre a aldeia ou recolher alguns mapas da região.

As nossas dicas para quem vai visitar Piódão

  • Se for no Verão, vá cedo, pois faz muito calor na zona. No dia em que visitámos a aldeia, as temperaturas atingiram os 40 graus. Para combater todo este calor, fomos mergulhando pelos vários açudes e praias fluviais do rio Alva por onde passámos.
  • Leve dinheiro físico. Não existe multibanco na aldeia e o mais próximo fica a cerca de 24 km, na freguesia de Avô (concelho de Oliveira do Hospital), o que, pelas atribuladas estradas da serra, ainda demora uns bons 45/50 minutos. Pela informação que nos prestaram no posto de turismo, o único restaurante que se encontra sem opção de pagamento via multibanco nesta data, é precisamente o que decidimos experimentar, o Fontinha. Fizemo-lo, pois ao contrário dos outros restaurantes situados na praça à entrada da aldeia, este situa-se no interior da mesma, com um aspeto mais rustico, e na nossa opinião, mais enquadrado na aldeia.
  • Percorra os trilhos e desfrute da natureza que a serra tem para oferecer. Piodão possui dois trilhos identificados até à aldeia de Foz d’Égua. Estes possuem diferentes distancias, o que pode ser enganador. Nós optámos (tanto à ida como à volta) pelo percurso mais curto, mas que julgamos ser o de maior grau de dificuldade, pois percorre as encostas da serra. O percurso de maior distancia aparenta manter-se sempre em terreno relativamente plano até Foz d’Égua. Chegados à aldeia, mais um ponto de interesse de grande beleza, uma praia fluvial, ponto de encontro da ribeira de Piódão com a ribeira de Chãs. Esta é mais uma aldeia de Xisto com as tradicionais casas e um pequeno santuário que dispõe de uma uma vista magnifica para a serra. O percurso que efetuamos demorou cerca de 1hora, e ambos estão devidamente sinalizados (Consulte mais informação sobre os trilhos aqui ou aqui).
trilho piodão - foz d'égua
O trilho entre Piodão e Foz D’Égua
foz dégua
Foz D’Égua
  • Leve sapatos e roupa confortável. Tanto na aldeia como nos trilhos, o piso é suficientemente irregular. Para além disso, caso opte pelas caminhadas, o corpo vai agradecer.
  • Prove a gastronomia da Zona. Nós provámos a chanfana e a broa de batata. Divinal. Na aldeia também vendem licores e mel da zona.
  • Se passar pela quinta da moenda (quinta situada na estrada que liga Foz D’Égua ao concelho de Oliveira do Hospital) aproveite e visite o Açude da Moenda. A quinta é privada, mas o Açude é publico, e trata-se de mais um local lindíssimo. Tem várias locais onde pode aproveitar a água cristalina e fresca do rio Alva, sejam praias fluviais em cada uma das aldeias por onde vai passando, sejam pequenas piscinas esculpidas pela natureza.
  • Aproveite para relaxar, passear, fotografar e aproveitar todo o meio envolvente.

A galeria completa da nossa viagem



3 Replies to “Piodão e Foz D’Égua”

  1. Óptimo projecto!
    Parabéns! Sugiro falarem mais sobre os parques de campismo onde vão ficando, darem um review vossa a nível de localização, instalações, limpeza, etc!

    1. Obrigado pelo apoio Tânia. Esse é também um dos nossos objetivos. O que não for possível incluir nos posts semanais, iremos colocar em posts específicos 😉

  2. […] mais sobre a nossa viagem a Piodão e Foz D’Égua e à Fraga da […]

Deixe uma resposta